DESCUBRA O CONTO


Parte I

O incêndio e a recuperação

 

A Casa do Conto nasceu em 2008, dando corpo a um projecto original no seio do crescente parque hoteleiro do Porto. Infelizmente, um fatídico incêndio, em Março de 2009, interrompeu esse processo, mas não a vontade colectiva de o concretizar. E foram muitos, aqueles que, então, generosamente, quiseram homenageá-lo e apoia-lo. Eis que a Casa ressurge agora, completamente reabilitada, propondo-se, uma vez mais, contrariar a usual oferta residencial da cidade, cada vez mais genérica e impessoal.

A Casa

 

O projecto de reconstrução assumiu um papel cirúrgico, readaptando a nova intervenção à linguagem arquitectónica já presente na casa. A distribuição do programa contempla, como já acontecia, um hall de entrada com acesso vertical a todos os pisos do edifício. Neste corpo vertical, charneira de todos os compartimentos, desenhou-se uma clarabóia para conquistar luz ao exterior e permitir o contacto visual com o azul do céu. As zonas sociais da casa (recepção, sala de estar, biblioteca, sala de refeições e jardim) encontram-se distribuídas pelos pisos 0 e -1, reservando-se os pisos superiores ao espaço privado dos quartos. Todos os quartos proporcionam diferentes ambientes, tendo sido equipados com peças de autor e mobiliário de época.

City Break

 

A cidade apresenta-se hoje como um organismo plural, o verdadeiro território da mobilidade. Inspirada na viagem e no encontro, a Casa do Conto, uma casa de charme com um programa cultural associado, promove o cruzamento de pessoas e ideias no palco de uma cidade.

 

Na Casa agora reconstruída, após 100 anos de história no Porto, a elegância da Casa do Conto é potenciada para receber pessoas num ambiente cultural de referência. Um projecto que só poderia ter lugar no mapa de uma cidade, território que impulsiona o confronto das personagens e o estímulo da criação. A Casa do Conto vem dar um novo significado a uma casa burguesa construída no séc. XIX na Rua da Boavista, uma das principais artérias da cidade do Porto.

 

Na porta do nº 703 da Rua da Boavista lê-se “Foi 513”, um azulejo pintado que invoca a sobreposição das várias narrativas da casa. A casa, classificada como Imóvel de Interesse Patrimonial vê, através deste projecto de reconstrução e reutilização, potenciado o seu valor arquitectónico e poético. O significado que estas estruturas podem assumir na nova cidade, como memória e dinâmica das pessoas que a habitam, mesmo que temporariamente, confere aos centros históricos a sua modernidade podendo impedir a sua desertificação.

Descubra-o-Conto---Touring-Cultural

Touring Cultural

 

Além de residência, no palco da casa podem desenvolver-se outros contos: conversas pontuais e temáticas dentro das várias áreas; lançamento de livros e CD’s; pequenos concertos e performances; apresentação de filmes, curtas-metragens e documentários; exposições e mostras de criativos; residência de artistas… Na Casa do Conto as histórias podem ter enredos diferentes, um espaço aberto, preparado para ouvir a crítica, receber novas ideias e sugestões.

Proximidade a pólos de interesse

Aproveitando a oferta cultural da cidade e a localização central da Casa do Conto, poderá visitar vários pólos de interesse, aproveitando também o Touring Cultural da Casa do Conto

Casa da Música

Casa da Música

A pé: 5 min

 

Metro: 2 min (Linhas A, B, C, E -> Estação Casa da Música)

Mercado do Bolhão

Mercado do Bolhão

Metro: 5 min (Linhas A, B, C, E -> Estação do Bolhão)

Avenida dos Aliados

Avenida dos Aliados

A pé: 15 min

 

Metro: 5 min (Linha D – Estação Aliados)

Rua de Santa Catarina

Rua de Santa Catarina

Metro: 5 min (Linhas A, B, C, E -> Estação do Bolhão)

Estação de São Bento

Estação de São Bento

Metro: 7 min (Linha D -> Estação de S. Bento )

Ribeira do Porto

Ribeira do Porto

Metro: 10 min (Linha D -> Estação S. Bento )

Teatro Nacional S. João

Teatro Nacional S. João

Metro: 15 min (Linha A, B, C, E -> Estação Bolhão | Linha D -> Estação S. Bento )

Igreja Românica de Cedofeita

Igreja Românica de Cedofeita

A pé: 1 min

Rua de Cedofeita (comércio tradicional)

Rua de Cedofeita (comércio tradicional)

A pé: 2 min

Galerias de arte

Galerias de arte

A pé: 5 min

Torre dos Clérigos

Torre dos Clérigos

A pé: 10 min

Rotunda da Boavista

Rotunda da Boavista

A pé: 4 min

Mercado do Bom Sucesso

Mercado do Bom Sucesso

A pé: 7 min

Museu de Serralves

Museu de Serralves

De carro: 10 min

Foz do Douro

Foz do Douro

De carro: 15 min